Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Abrir um negócio com pouco investimento é possível; veja como

A- A+

É uma angústia comum entre os futuros empreendedores: o desejo de tirar sua empresa do papel, combinado com a falta de capital para torná-la realidade. Mas, com muito trabalho duro, perseverança e inteligência, é possível também abrir um negócio com pouco investimento, reaplicando o dinheiro recebido no desenvolvimento da companhia.

Controlar gastos é primeiro passo

Quando um empresário iniciante ganha seus primeiros reais com o seu negócio, a tentação de sair gastando o dinheiro para comemorar é grande, mas o momento exige disciplina e cautela.

Planejando abrir um negócio com pouco investimento

Se não há muito dinheiro disponível, tocar a empresa por conta própria é a saída. Foto: iStock, Getty Images

O dinheiro recebido com as vendas serve, primeiro, para pagar as contas da empresa, depois, para o pró-labore do proprietário e, então, para o reinvestimento na própria empresa. Só depois vem o lucro.

Para quem não sabe, o pró-labore é o salário do empresário, um valor fixo que ele próprio se paga mensalmente pelo trabalho realizado na empresa, independentemente se houve lucro ou prejuízo.

Para quem quer abrir um negócio com pouco investimento, a dica é definir um pró-labore baixo, reaplicando na empresa o que sobrar.

Como abrir um negócio com pouco investimento

Se não há muito dinheiro, não há saída diferente de começar pequeno. Muita gente imagina muito glamour no dia da inauguração, não pensa em outra possibilidade se não abrir o negócio exatamente do jeito que sempre sonhou já na largada. Mas se não há capital suficiente para isso, o crédito bancário seria o caminho mais óbvio.

Essa é uma alternativa que deve ser evitada, porém, devido aos juros altos que serão pagos até a quitação total do empréstimo, o que poderá comprometer o fluxo de caixa da empresa que ainda nem começou.

Por isso, se possível, abra um negócio discreto, em um ponto comercial pequeno e barato, ou na sua própria casa, com apenas um funcionário: você mesmo. Para que isso dê resultado, você precisará trabalhar muito, pois será responsável pelas compras, vendas, burocracia, contabilidade e atendimento.

Você será muito exigido, mas, em contrapartida, não correrá tantos riscos financeiros. Depois de conseguir o primeiro cliente, se o trabalho foi de qualidade, o marketing boca a boca vai jogar a seu favor. Assim, você terá condições de expandir aos poucos, apenas reinvestindo o dinheiro das vendas.

Se não é possível abrir a empresa com pouco dinheiro, antes de recorrer a um banco, pense em procurar a ajuda da família, inscrever-se em editais, em seleções de incubadoras ou cadastrar um projeto em sites de financiamento coletivo.

Lições da startup enxuta

Há muito tempo a indústria já aprendeu que, na linha de produção, não há outra maneira de trabalhar se não com processos eficientes, sem desperdícios e com uma política de rápida aprendizagem e resolução de problemas. A Toyota, por exemplo, é uma gigante cuja gestão destaca-se pelo conceito de lean thinking, ou mentalidade enxuta.

O empreendedor americano Eric Ries empenhou-se em trazer esse conceito para o universo das startups, reunindo seus principais insights e metodologias no livro A startup enxuta. Entre os pontos mais interessantes que Ries desenvolve está o produto mínimo viável (MVP, a sigla em inglês).

Ao contrário do que muitos pensam, o MVP não se trata de uma versão simplificada de um produto de melhor qualidade, mas sim um produto desenvolvido no menor tempo possível e lançado no mercado imediatamente, para que a empresa aprenda rapidamente o que pode melhorar e faça os ajustes sem demora, isso tudo sem deixar de lado a qualidade.

A mentalidade enxuta e o MVP são, portanto, maneiras de aproveitar muito bem os poucos recursos disponíveis, sem desperdício. Você lança o produto no mercado sem perder tempo, mede os resultados cientificamente e, ao perceber que alguma coisa pode melhorar, trabalha rapidamente em uma nova versão. Zero enrolação e total eficiência.

Você vai se interessar por:

Gostou das dicas sobre como abrir um negócio com pouco investimento? Compartilhe o conteúdo!

como abrir uma pizzaria
como montar uma drograria
como montar uma empresa de cromagem
como montar uma empresa de churros
como lucrar na crise
cursos de empreendedorismo