Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

A vida começa aos 40 anos? Veja dicas para mudar de carreira

A- A+

Assim como há pessoas que acreditam que o mercado de trabalho pertence aos jovens, há aqueles que confiam que a vida começa aos 40. Esse é um público que não tem medo de entrar de cabeça em um novo desafio e dar uma guinada em sua vida profissional, fazendo mudanças radicais na carreira. Se você tem esse perfil, saiba que o sucesso está ao seu alcance, basta adotar alguns cuidados.

a-vida-comeca-aos-40

Experiências adquiridas ao longo da vida facilitam na hora de mudar de carreira. Foto: Shutterstock

A vida começa aos 40 ou depois: depende da atitude

Em termos profissionais, não dá para dizer somente que a vida começa aos 40. “Há chances de mudança em todas as idades, aos 30, 40, 50, 60”, avalia Talita Raquel de Oliveira, coordenadora do MBA em Gestão de Recursos Humanos da Unisinos.

Mesmo para quem acredita que a vida começa aos 40, é interessante aprender com os mais jovens também. “É possível encontrar vários caminhos ao longo da vida profissional e isso é mérito da geração dos 20 anos, que está aí para nos mostrar que se pode fazer várias coisas ao mesmo tempo”, aponta.

Talita sustenta que mesclar atividades prazerosas com trabalho é mais do que uma tendência. “Os jovens empreendem e os mais experientes estão se espelhando nesses exemplos, porém com a vantagem de possuir uma trajetória mais longa, com diversas experiências, e de terem aprendido com elas”, destaca.

É preciso estar preparado

Se você está convicto de que a vida começa aos 40, ok. Mas antes de dar uma guinada na sua vida profissional, prepare-se. “É preciso cuidar, principalmente, com a questão emocional para lidar com os percalços que estão por vir”, alerta a docente.

Além disso, ela indica um bom plano de negócios, independentemente se a sua intenção for abrir uma empresa ou investir na sua própria marca profissional. “Nesse aspecto, falar com pessoas de diversas áreas, acessar exemplos e ter um coach podem ajudar”, sublinha.

Você vai se interessar por:

Definir um projeto de vida ajuda a fazer a escolha certa

Sucesso pessoal e profissional estão interligados: veja por quê

Foco no bem-estar é essencial também no ambiente profissional

6 pontos essenciais para a mudança

1. Network

Estruturar um network somente após a mudança não adianta. É preciso começar isso antes. Seus contatos devem ser efetivos e alimentados periodicamente.

2. Preparação

Preparar-se é fundamental para quem está mudando de carreira. É difícil dar certo na primeira tentativa. Então, a preparação minimiza as chances de erro.

3. Clareza

A entrevista de emprego em uma nova área não é a pior parte, desde que o candidato esteja preparado. Afinal, todos buscam realização profissional e a mudança faz parte disso.

4. Estrutura emocional

Uma mudança drástica não combina com ilusões. Pensar em ter mais tempo para a família, por exemplo, é uma amostra de despreparo, pois o profissional dá indícios de que não sabe que uma área nova exige tanta dedicação quanto a anterior.

5. Plano B

Se está mudando, pode ser que você ainda não tenha experiência na nova área, mas conta com uma trajetória profissional que lhe ensinou bastante. Entretanto, é preciso ter sempre uma segunda opção de carreira. “O mercado de trabalho é instável e, infelizmente, ainda há muito preconceito quanto à idade”, explica Talita.

6. Foco nos resultados

O principal desafio da mudança de carreira é trazer resultados. “É isso que as empresas querem, o que contradiz todo o discurso de qualidade de vida”, destaca a professora. Por isso, o profissional deve utilizar sua experiência, conhecimento e rede de relacionamentos dentro da organização para se manter na vitrine.

 

E para você, a vida começa aos 40? Cadastre-se e receba nossa newsletter.

melhor lugar para trabalhar
Qualidade de vida no trabalho
Benefícios que o desempregado tem direito
Já sabe o que fazer quando terminar a faculdade
Nome sujo impede contratação
Avaliando a antecipação do 13º salário nas férias