Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

7 ótimas ideias de negócios para o litoral brasileiro

A- A+

O que não falta no verão são pequenos empreendedores migrando para a praia. Mas as boas oportunidades de negócio não estão restritas à estação mais quente do ano. Há excelentes ideias de negócios para o litoral que podem funcionar bem nos 12 meses.

Boas ideias de negócios para o litoral

Da alimentação ao aluguel de bicicletas, litoral abre portas ao empreendedor. Foto: iStock, Getty Images

Cenários do empreendedorismo no litoral

Sérgio Gualdi Ferreira da Silva Filho, consultor de inovação da Innomotion e professor do Senac, acredita que o litoral brasileiro pode representar uma ótima oportunidade para o empreendedorismo. Ele aponta três possíveis cenários típicos dessas regiões. Confira:

  • Algumas cidades são geograficamente bem posicionadas, com sol e calor o ano todo. Isso resulta em uma conjuntura de elevada demanda por causa do grande volume de turistas.
  • Também existem regiões litorâneas nas quais só há forte movimento nos períodos de dezembro a março. Nesse contexto, criar estratégias adequadas para aproveitar a sazonalidade é a melhor alternativa.
  • Além disso, há grandes cidades litorâneas que não dependem dos turistas para alimentar o mercado local. São cidades grandes e com elevado movimento o ano todo.

7 ideias de negócios para o litoral

Se você procura boas ideias de negócios para o litoral, confira sete dicas que funcionam bem para empreender na praia. Mas lembre-se: a escolha da região está intimamente ligada ao modelo de negócio. É preciso estudar a ideia de acordo com a região.

1. Alimentação

Com expansão anual em torno de 10%, segundo a Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), este setor está escapando da crise. No Brasil, a alimentação fora do lar representa 33% dos gastos com alimentos e bebidas. Quiosques, cafeterias e buffets são ótimas opções de negócios. Afinal, praia e boa comida fazem uma bela combinação.

2. Beleza e estética

Um dos setores mais promissores, mesmo com a situação financeira ruim no país, é o da beleza. Conforme o Sindistética (Sindicato dos Empregadores na Área de Estética e Cosmetologia de SP), o segmento faturou R$ 9 bilhões em 2015, contra R$ 3,5 bilhões em 2014. Quem não quer estar com a beleza em dia na beira da praia, não é mesmo?

4. Varejo de moda

Embora o desempenho desse setor tenha caído 4,3% em 2015, as perspectivas são de retomada do crescimento. Vale lembrar ainda que a realidade litorânea é um pouco diferente: afinal de contas, quem não dá uma olhada nas lojas e acaba por comprar alguma bermuda ou biquíni para estrear na beira da praia? Lojas adeptas do estilo beach wear tendem a vender mais neste tipo de região.

5. Turismo

Com a alta do dólar, o Brasil vem recebendo um grande volume de turistas estrangeiros, principalmente nas regiões litorâneas. O turismo movimentou R$ 492 bilhões em 2014, de acordo com o Ministério do Turismo.

Agências que proporcionam experiências culturais ou atividades vinculadas ao ecoturismo aos consumidores têm obtido bons resultados. Afinal, todo visitante gosta de conhecer melhor a cultura do local que escolheu para aproveitar as férias.

6. Saúde e bem-estar

Uma pesquisa realizada pelo Ibope revelou que a maior preocupação dos brasileiros que têm 50 anos ou mais é com a saúde. Uma temporada na praia pede hábitos mais saudáveis, não é verdade? Academias de ginástica, aluguel de bicicletas, cursos de mergulho, escolas de surfe ou qualquer outro tipo de negócio relacionado a esportes náuticos é uma boa pedida.

7. Hotelaria

O setor hoteleiro planeja investir R$ 12,8 bilhões até 2020 e o aumento de empreendimentos da categoria econômica em cidades de até 300 mil habitantes é forte tendência, segundo pesquisa realizada pelo Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil.

Hotéis e pousadas com atendimento mais familiar e informal podem representar boas opções pra quem quer empreender no litoral. Afinal, quem não quer sentir-se em casa, mesmo estando a quilômetros de distância de sua cidade?

Você vai se interessar por:

Economizar é parte do sonho

Se você tem o sonho empreendedor, deve estar atento às oportunidades de economia. Que tal realizar transações bancárias sem pagar taxas por isso? Com o Vivo Zuum, uma conta pré-paga gerenciada pelo celular, você pode fazer pagamentos, transferências e até mesmo recarga de celular – tudo isso sem mensalidade. Se preferir, pode adquirir o cartão Vivo Zuum para fazer compras no débito e saques.

> Vivo Zuum: Tenha conta corrente com cartão, sem banco, sem complicação

Ficou interessado em alguma das ideias de negócios para o litoral? Comente!

Pokémon Go
como lucrar vendendo artesanato
como lucrar vendendo cosméticos
como abrir uma academia de ginástica
como abrir uma pizzaria
como montar uma drograria