Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

7 dicas para manter o orçamento equilibrado e realizar seus sonhos

A- A+

Todos temos algum sonho a realizar. O seu, no momento, pode ser vencer as dívidas e sair do vermelho. Se você enfrenta um cenário de dificuldade financeira, o ideal é mesmo ter os pés no chão e não definir uma meta inalcançável. Começar com um orçamento equilibrado pode ser o caminho para alçar voos maiores.

Mas como encontrar o tal equilíbrio se você já nem dorme mais, sem saber como pagar as contas em dia? Ao contrário do que se pode imaginar, para ter um orçamento equilibrado, não é obrigatório contar com muito dinheiro. O que costuma faltar, na realidade, é educação financeira para aplicar corretamente os recursos.

Começar com um orçamento equilibrado ajuda suas finanças.

Anotar gastos, aprender a economizar e evitar dívidas são passos essenciais. Foto: Shutterstock

Os 7 passos do orçamento equilibrado

1. Anote tudo

Conforme a consultora Ana Paula Pavanatti, da Reorg Gestão Financeira, para ter um orçamento equilibrado, é preciso que a pessoa conheça suas despesas, sabendo do que necessita para viver.

Ela também deve conhecer as receitas, ou seja, os recursos financeiros que terá no mês. Com essas informações em mãos, fica mais fácil elaborar um passo a passo que tenha como resultado uma vida financeira saudável.

2. Separe gastos fixos e variáveis

Além de registrar, identifique quais as contas fixas (como água, luz, moradia, transporte, comida, médico e escola) e variáveis (como o que compramos para satisfazer nossos desejos, as prestações de loja, as despesas do cartão de crédito).

“Se a pessoa registra tudo o que ela gasta e o que ela ganha no mês, terá entendimento e saberá seu ponto de equilíbrio nas finanças”, defende a consultora.

3. Evite novas dívidas

Se você já conseguiu sair das dívidas, anotando e redirecionando seus gastos, é preciso dar sequência no registro das despesas e receitas para evitar entrar em novos parcelamentos que irão comprometer sua renda. “Acompanhe seus números, aprenda a planejar e, caso não consiga, peça ajuda para criar suas metas”, ensina.

Antes, entenda a diferença entre as situações. Uma pessoa endividada é aquela que possui seus recursos financeiros comprometidos com os pagamentos de parcelas ou contas. Já as pessoas inadimplentes são as que estão endividadas e não pagam suas prestações.

4. Defina suas metas ou sonhos

“A pessoa deve aprender a ter três sonhos em curto, médio e longo prazo”, explica a consultora. Eles podem ser de cunho pessoal, familiar ou profissional. Pesquise o quanto ele custa e, a partir daí, inicie um processo de mudança de comportamento. O foco deve estar na realização do objetivo proposto.

5. Separe um percentual

Toda vez que receber seu salário (receita) separe um pequeno percentual desse valor para começar a construir uma reserva e poder realizar seus sonhos. O objetivo é que esses sonhos sejam adquiridos à vista, sem a necessidade de ficar endividado novamente.

Você vai se interessar por:

Veja dicas de como gastar menos todos os dias

Fuja das dívidas e evite gastar mais do que ganha

Alcançar objetivos de vida depende de economia e planejamento financeiro

6. Realize seu sonho

Na maiorias das vezes, é preciso renunciar a muitas coisas que gostamos em nossas vidas para conseguir manter um orçamento equilibrado e conquistar um sonho. Um exemplo é a vida social.

“Toda vez que você vai sair de casa para frequentar um barzinho, precisa mensurar o custo com transporte (incluindo estacionamento), comida e bebida”, ensina Ana Paula.. Esses valores podem fazer falta, tanto no final do mês quanto para realizar algum objetivo que demanda recursos financeiros.

7. Limite despesas

Na realidade, a chave para a realização de um sonho é limitar suas despesas, principalmente os gastos supérfluos. “Não ganhamos mal, só não sabemos focar e ter a paciência para satisfazer nossos desejos. Agimos por impulso e somos imediatistas em função dos nossos desejos consumistas. Nosso problema social é, na realidade, muito mais comportamental do que econômico”, avalia.

A consultora destaca que uma pessoa educada financeiramente não desperdiça tempo, produtos, recursos naturais, saúde e muito menos dinheiro. Que tal mudar de atitude hoje mesmo?

 

Você tem uma boa dica para conquistar um orçamento equilibrado? Comente!

vale a pena comprar no crediario
exemplos de produtos supérfluos
inteligência financeira para vencer na vida
como mudar de vida
como lidar com a ganância
almoço por quilo