Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

5 dicas de economia financeira para ficar no azul em 2016

A- A+

Tudo começa com aquela prestação atrasada. Em seguida, surge uma mensalidade que se mostra impossível de quitar e, depois, uma fatura alta demais. Quando percebe, você está atolado em dívidas e a situação virou uma bola de neve. Mas não há motivo para desespero: descubra neste artigo como algumas boas dicas de economia financeira podem ajudar a contornar o endividamento.

Homem segue dicas de economia financeira

Poupar regularmente, mesmo que pequenos valores, é saída para contornar dívidas. Foto: iStock, Getty Images

5 dicas de economia financeira

As dicas de economia financeira que você conhecerá a seguir foram selecionadas com a ajuda do educador financeiro Rodolfo Cabral, que atua junto à DSOP. Para começar, ele é taxativo: “Para se livrar das dívidas hoje e de uma vez por todas, é preciso atuar na causa, e não na consequência do problema”. Vamos entender melhor o que isso significa?

1. Faça um registro dos seus ganhos

O primeiro passo para se livrar das dívidas é registrar todos os seus rendimentos. Se você não souber em detalhes quanto pode gastar, jamais conseguirá superar o endividamento. Quem tem ganhos variáveis deve estabelecer uma média de três meses, e quem tem remuneração fixa deve trabalhar com a média mensal.

2. Elenque suas dívidas, prazos e juros

Quantas dívidas você tem a vencer? Quais são as contas com os maiores juros? Que despesas é preciso pagar todos os meses? Faça um levantamento completo de todas as contas, dívidas, pagamentos e despesas que você precisa arcar durante um mês.

3. Pague antes as dívidas maiores

Aquela conta com os maiores juros, que pode gerar um prejuízo maior no médio e longo prazo, deve ser priorizada. É melhor quitar o quanto antes uma dívida de R$ 300 com juros mensais de 3%, deixando de lado aquela conta de R$ 50, com juros de 0,5%, por exemplo. Serviços básicos, como energia elétrica, água e gás também devem ser priorizados.

4. Entenda suas motivações

Agora que você conseguiu colocar a casa em ordem, Cabral recomenda investir um tempo para conhecer as próprias motivações. O que o leva a gastar? Por quê? É a necessidade de afirmação social? É baixa autoestima? É pressão externa de amigos ou familiares? Se você não conseguir chegar a uma resposta, procure ajuda de profissionais do ramo, como educadores financeiros ou psicólogos.

5. Elenque prioridades

Finalmente, a última dica é elencar prioridades para definir o que é essencial e o que é apenas supérfluo. Antes de adquirir qualquer produto, faça uma avaliação racional e estabeleça o grau de necessidade. Perguntas como “Realmente preciso disso?”, “Preciso disso agora?” e “Posso pagar por isso?” devem ser respondidas de forma sincera antes de comprar.

Vença o consumismo definindo objetivos

Diariamente, você é submetido a diversas motivações para consumir. São jingles no rádio, outdoors na beira da estrada, comerciais na televisão, anúncios online, panfletos no semáforo – tudo para que decida tirar dinheiro do bolso e alimentar o consumismo.

Para interromper esse ciclo, a dica de Cabral é definir um objetivo maior, como um sonho a ser realizado. “A melhor forma de mudar suas atitudes é encontrando uma razão forte o suficiente para que provocar essa mudança”, afirma o especialista. “E eu não conheço razão melhor que a realização de sonhos”, completa.

A lógica é que, com um objetivo a ser atingido, você deixará de valorizar itens que não possuem real importância. “Quando se tem um motivo maior, em curto, médio ou longo prazo, muitos prazeres momentâneos perdem sentido, e nos tornamos capazes de abrir mão de diversas coisas, evitando sérios endividamentos”, conclui.

Você vai se interessar por:

Seu nome protegido

Se você convive com dívidas, precisa conhecer o Vivo Alerta CPF. Entre as suas funções, está o envio de um SMS ao cliente toda vez que ocorrer uma alteração no status do seu nome nas bases de dados da Serasa Experian, toda vez que uma empresa consultar o nome do cliente nessa base de dados e ainda quando o seu nome estiver prestes a ser negativado.

Além disso, o cliente recebe exclusivas dicas antifraude e pode visualizar o relatório completo sobre o seu CPF.

> Vivo Alerta CPF: Receba alertas via SMS sempre que houver consultas a seu CPF

O que achou das dicas de economia financeira? Deixe seu comentário e compartilhe o artigo nas redes sociais!

sair da casa dos pais
vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns
como aprender com erros de finanças