Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Descubra quanto custa um seguro de casa e quando vale a pena

A- A+

A maioria das pessoas não abre mão de uma cobertura que ofereça segurança em caso de acidentes ou emergências médicas. Já pagar uma taxa para proteger o patrimônio residencial por vezes parece ser um gasto descartável. Mas quanto custa um seguro de casa? Vale a pena ter um mesmo que acidentes sejam raros? É o que você descobre a seguir.

O seguro residencial é um dos que oferece melhor custo-benefício no mercado, pois está entre os que têm custo mais baixo e ajuda a evitar grandes dores de cabeça. A maioria dos planos não chega a custar mais que 1% do valor do imóvel. É claro que tudo depende do tipo de cobertura, mas você pode escolher a mais adequada às suas necessidades.

quanto custa um seguro de casa

Seguro residencial não pesa muito no bolso e ajuda a evitar dores de cabeça. Foto: iStock, Getty Images

Quanto custa um seguro de casa? Entenda aqui

Para entender melhor os valores de um seguro para a casa e compreender se vale a pena ou não investir nele, é importante analisar bem a sua situação. A apólice não é barata em termos absolutos, mas se você tem um imóvel muito exposto a assaltos ou desastres naturais, por exemplo, pode valer muito a pena.

Quando pensamos em um seguro de carro, pagar cerca de 5% do valor do automóvel parece ser um bom negócio para ter cobertura contra furtos e indenização em caso de colisões, além da assistência com carro reserva. Mas imagine que, para proteger seu lar, você paga em média 0,4 % do valor do imóvel: sai muito mais barato que um seguro de veículos.

Em uma simulação, contratar um seguro com a cobertura básica para danos elétricos, subtração de bens e responsabilidade civil familiar no valor estimado de R$ 245 mil custa, anualmente, apenas R$ 189,76 para o dono um apartamento em São Paulo. Se incluídas as assistências 24 horas, o valor por ano ficaria em cerca de R$ 309,07.

Ainda é possível comparar preços individualmente para verificar o que fica mais em conta de acordo com a proteção de que você necessita. Uma cobertura de R$ 90 mil contra incêndios custa, aproximadamente, R$ 32 por ano. Já a de R$ 3 mil para problemas com redes elétricas soma R$ 24 ao valor final da apólice para o segurado.

Mas mesmo com o custo relativamente baixo, quando realmente vale a pena arcar com essa despesa extra? Geralmente, ela é indicada para quem mora em locais pouco seguros e propensos a estragos de raios e inundações, ou para pessoas que têm muitos eletrodomésticos em casa.

Já se você mora em um local com sistema de vigilância, porteiro 24 horas ou em uma cidade tranquila do interior, o seguro residencial pode ser dispensável.

Você vai se interessar por:

Assistência para sua casa

Para se proteger de qualquer emergência em sua casa, é importante contar com o serviço Vivo Assistência Casa e Auto. Com ele, você conta com serviços de eletricista e encanador para sua casa, socorro mecânico para seu automóvel e chaveiro para os dois, sempre que precisar, por apenas R$ 5,90 por mês.

> Vivo Assistência Casa e Auto: Garanta socorro em emergências na sua casa

Gostou das dicas? Conseguiu ter uma ideia de quanto custa um seguro de casa? Deixe sua opinião sobre o artigo nos comentários.

meu marido morreu tenho direito a pensão
vale a pena ter seguro
quanto custa um seguro de vida
como calcular a reforma de um apartamento
como escolher uma seguradora de veiculos
preço de imoveis começa a cair