Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Saiba como os índices de inflação no Brasil afetam seu bolso

A- A+

A inflação representa o aumento no nível de preços dos produtos de um país. Ela é calculada tendo como base uma cesta com os bens e serviços mais consumidos pela população em um determinado prazo. O quanto cada item subiu (ou reduziu) de valor no mercado serve para que os órgãos definam os índices de inflação no Brasil.

No nosso país, não existe apenas um índice para medir a inflação. Na verdade, o governo brasileiro utiliza vários deles para averiguar a oscilação dos preços no mercado e o impacto disso no custo de vida da população. Ou seja, no seu bolso.

Os índices de inflação no Brasil podem se referir, por exemplo, a preços ao consumidor, preços ao produtor, custos de produção ou preços de exportação e importação. Os índices mais difundidos são os índices de preços ao consumidor, que medem esta variação do custo de vida de segmentos da população.

Algumas das instituições que divulgam os índices de inflação no Brasil são o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a Fundação Getúlio Vargas (FGV), e a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE). Você ouve o nome destes órgãos quase diariamente na mídia.

índices de inflação no Brasil

IGP-M é o índice aplicado nos reajustes de energia elétrica, entre outros. Foto: iStock, Getty Images

Entre os índices de inflação no Brasil estão o IGP-M (Índice Geral de Preços do Mercado), IPA (Índice de Preços no Atacado), INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), e INCC (Índice Nacional do Custo da Construção).

Cada um deles tem uma função específica e analisa bens e serviços em momentos diferentes durante um certo prazo. Pesquisa e mais pesquisa, e depois cálculos e mais cálculos são o escopo de quem trabalha nestas instituições. Agora descubra o que significam alguns desses índices de inflação no Brasil e saiba como interpretá-los para proteger o seu bolso.

Principais índices de inflação no Brasil

Ciente da função dos principais índices de inflação no Brasil, você agora pode passar a observá-los antes de realizar seus investimentos ou aquisições de bens e serviços. Analisando o mercado você terá mais subsídio para saber a hora certa de investir, onde e como colocar seu dinheiro, e economizar até mesmo no supermercado.

IGP-M

É o Índice Geral de Preços do Mercado. Calculado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), é uma média ponderada do Índice de Preços por Atacado (IPA-M), do Índice de Preços ao Consumidor (IPC-M) e do Índice Nacional de Custo da Construção (INCC-M).

O IGP-M é coletado entre o 21º dia do mês anterior e o 20º dia do mês de referência. Foi instituído para ser usado no reajuste de operações financeiras, especialmente as de longo prazo. É o índice mais empregado como indexador financeiro, até mesmo para títulos da dívida pública federal. Também é usado na correção de alguns preços administrados, como o preço da energia elétrica.

INPC

Índice Nacional de Preços ao Consumidor. Calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), reflete a variação do custo de vida de famílias com renda mensal de 1 a 5 salários mínimos, residentes nas regiões metropolitanas de Belém, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Fortaleza, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo, além dos municípios de Campo Grande e Goiânia. É o índice balizador dos reajustes de salário.

IPCA

Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo. É usado pelo Banco Central como referência para o sistema de metas para a inflação. O IPCA corrige os balanços e demonstrações financeiras trimestrais e semestrais das companhias abertas. Calculado mensalmente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), reflete a variação do custo de vida de famílias com renda mensal de 1 a 40 salários mínimos, residentes nas regiões metropolitanas de Belém, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Fortaleza, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo, além dos municípios de Campo Grande e Goiânia.

Você vai se interessar por:

Seu nome protegido

Se você convive com dívidas, precisa conhecer o Vivo Alerta CPF. Entre as suas funções, está o envio de um SMS ao cliente toda vez que ocorrer uma alteração no status do seu nome nas bases de dados da Serasa Experian, toda vez que uma empresa consultar o nome do cliente nessa base de dados e ainda quando o seu nome estiver prestes a ser negativado.

Além disso, o cliente recebe exclusivas dicas antifraude e pode visualizar o relatório completo sobre o seu CPF.

> Vivo Alerta CPF: Receba alertas via SMS sempre que houver consultas a seu CPF

Entendeu quais são os índices de inflação no Brasil? Comente.

sair da casa dos pais
vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns
como aprender com erros de finanças