Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Por que o preço do dólar turismo é mais caro?

A- A+

O preço do dólar turismo costuma ser o mais caro na comparação com as outras categorias, como o dólar comercial ou o paralelo. Ele é a moeda estrangeira utilizada em viagens e serve para cobrir gastos pessoais e pagamentos de transportes e hotéis. Entenda o motivo desta diferença no câmbio.

Como se forma o preço do dólar turismo

Conforme o professor de economia na Fundação Getúlio Vargas do Rio de Janeiro Gilberto Braga, o dólar turismo representa as “transações praticamente ao portador em que a moeda pode ser transacionada fisicamente ou trocada por cédulas com facilidade”. É justamente neste sentido que o preço do dólar turismo é desigual ao do dólar comercial, utilizado nas operações de importações e exportações de mercadorias – pois não há a necessidade da moeda física.

Em outras palavras, o preço do dólar turismo é mais alto porque ele é sinônimo de dinheiro na mão. A consequência natural da economia é que ele acaba tendo uma liquidez maior. Esta diferença entre o preço em real do dólar quando é vendido e quando é comprado chama-se taxa de lucro das casas de câmbio. É assim que elas e outras instituições que comercializam a moeda ganham dinheiro.

Quando você vai adquirir ou vender dólar, deve estar atento aos termos utilizados no meio. Por exemplo, onde se lê a palavra “compra” e a palavra “venda”, saiba que os termos se referem às casas de câmbio e aos bancos.

No momento em que você vai com seu dinheiro para adquirir o dólar turismo, deve pagar pelo preço de venda da moeda. E, quando quiser vender alguma quantia de dólar turismo, verifique a cotação para o preço de compra. É por este valor que a casa de câmbio irá adquirir de você a quantia. Não teria sentido a casa de câmbio perder dinheiro nas transações.

preço do dólar turismo

Preço do dólar turismo é mais alto porque ele é sinônimo de dinheiro na mão. Foto: iStock, Getty Images

Dicas para quem vai viajar para o exterior

Pequenas compras e tudo o que você colocar no cartão de crédito durante o passeio internacional são cotados pelo preço do dólar turismo. Então, se a decisão de viajar ao exterior está tomada, compre a moeda estrangeira à medida que tiver disponibilidade em reais.

“Dessa forma, o viajante não fica exposto a variação cambial e garante os recursos em moeda estrangeira para o seu objetivo”, alerta Braga. Para ele, apostar no movimento do câmbio é perigoso e pode frustrar a viagem. Ao comprar dólar turismo, vá nas instituições autorizadas pelo Banco Central. Em aeroportos, agências de viagens e shoppings também é possível encontrar lugares habilitados para esta função.

Pesquise os valores de cada local, pois cada um aplica as suas tarifas e cotações. Se você vai viajar para um país onde a sua moeda não está disponível para troca no território brasileiro, compre a quantia que você estima em dólares no Brasil e no seu destino converta-a em alguma casa de câmbio.

Você vai se interessar por:

Proteção para o seu celular

Se o celular é indispensável para você, que tal cuidar melhor dele? Você pode evitar o prejuízo financeiro em caso de roubo, quebra e outros acidentes com o seu aparelho. O Vivo Multiproteção Celular oferece proteção para aparelhos novos, em caso de roubo ou furto qualificado e cobertura adicional contra danos materiais ao celular. Você também concorre a sorteios mensais de R$ 10 mil.

> Vivo Multiproteção Celular: Proteja seu aparelho contra roubo, furto, quebra e imersão em água

Entendeu a origem do preço do dólar turismo? Comente.

queda do dólar
viajar para a China
viajar para a Tailândia
juros cobrados no cartão de crédito
trabalho temporario nos EUA para brasileiros em 2016
como lidar com a avareza