Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Está pensando em sair de viagem com pets? Confira nossas dicas

A- A+

Fazer uma viagem com pets é o desejo de quem é apaixonado por seus bichinhos. Apesar de gostosa, essa experiência deve ser planejada nos mínimos detalhes para que dê certo. É preciso ficar de olho em diversas questões que garantem a segurança, tranquilidade e bem-estar para os animais, seja no avião ou carro.

A seguir, confira uma lista completa de dicas para quem está planejando fazer viagem com pets. Lembre-se de entrar em contato com o veterinário para garantir a máxima segurança do bichinho e, é claro, organizar-se para que ele tenha uma boa experiência. Afinal, eles necessitam de amor, paciência e tranquilidade em todos os momentos.

viagem com pets

Os animais devem passar por consulta com veterinário antes da viagem. Foto: iStock, Getty Images

Viagem com pets em avião

Existem normas e detalhes que garantem segurança para o animalzinho e de todos os passageiros. O primeiro passo indispensável é conversar com a companhia aérea. Confira se ainda existe a disponibilidade de reserva de espaço para o bichinho e quais são os cuidados indispensáveis. Será cobrada uma taxa baseada no peso e no preço da passagem.

O que irá determinar se o bichinho irá viajar na cabine ou no compartimento de carga são os detalhes da caixa de transporte – tamanho e peso. Animais pequenos normalmente podem ser mantidos junto com o seu dono. Espécies braquicefálicos, como pugs e pitbulls, podem sofrer problemas e, por isso, não são aceitos por algumas companhias aéreas.

A caixa de transporte é fornecida pelo passageiro e precisa conter todas as informações do dono. As principais regras para a escolha do acessório são: o animalzinho deve conseguir se manter em pé e dar uma volta completa (360º). O material deve ser rígido, os fechos fortes, as aberturas de ventilação grandes e o piso feito com tecido capaz de absorver urina ou coco.

Os documentos necessários para que o animal embarque devem ser emitidos por médico veterinário registrado no Conselho Regional de Medicina Veterinária. A carteira de vacinação e o tratamento para vermes devem estar em dia. O Certificado Zoossanitário Internacional (CZI) pode ser necessário em viagens internacionais.

Viagem com pets de carro

  • Identifique o bichinho com medalha presa na coleira. Ela deve conter o nome do animal e o telefone do dono. Esse acessório é importante em qualquer momento, não somente na viagem para outra cidade ou país.
  • Leve o animal ao veterinário antes de viajar. Fique de olho nas vacinas e possíveis tratamentos necessários para deixar a saúde dele em dia. Peça dicas ao médico especialista para criar o kit de emergência para o tratamento de alguns problemas como enjoo ou vômito.
  • O Código de Trânsito Brasileiro pede que o animal seja preso sobre o assento do veículo. Ele pode ser transportado em caixa de transporte, cadeira específica ou com cinto adaptador. Jamais deve ficar solto ou perto do motorista. Fique de olho!
  • Leve potinhos com água e porções de comida. Pare o carro para que o animal consiga se alimentar e hidratar tranquilamente. Não esqueça de levá-lo para urinar ou evacuar sempre que notar algum comportamento estranho.

Você vai se interessar por:

Proteção para o seu celular

Se o celular é indispensável para você, que tal cuidar melhor dele? Você pode evitar o prejuízo financeiro em caso de roubo, quebra e outros acidentes com o seu aparelho. O Vivo Multiproteção Celular oferece proteção para aparelhos novos, em caso de roubo ou furto qualificado e cobertura adicional contra danos materiais ao celular. Você também concorre a sorteios mensais de R$ 10 mil.

> Vivo Multiproteção Celular: Proteja seu aparelho contra roubo, furto, quebra e imersão em água

Gostou das dicas para viagem com pets? Se restou alguma dúvida, deixe um comentário.

queda do dólar
viajar para a China
viajar para a Tailândia
juros cobrados no cartão de crédito
como lidar com a avareza
o que é a lei de diretrizes orçamentárias