Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Valor da cesta básica em Natal foi um dos menores do país no mês de maio

A- A+

No mês de maio, o valor da cesta básica em Natal foi de R$ 337,49. Conforme pesquisa do Dieese, este foi um dos menores entre as 27 capitais pesquisadas, perdendo apenas para Rio Branco, que foi de R$ 335,31.

Na comparação com o mês de abril, a capital do Rio Grande do norte teve uma leve alta nos preços, na ordem de 0,90%. Já no acumulado de janeiro a maio, houve um acréscimo de 8,01% nos itens básicos como alimentos, produtos de higiene e limpeza.

Um cálculo realizado pelo instituto, levando em consideração a média geral de preços, apontou que a renda mínima para uma família de quatro pessoas deveria ser de R$ 3.777,93 para arcar com as despesas básicas – como alimentação, moradia, vestuário e educação.

Valor da cesta básica em Natal exige cuidados

Na maior parte do país, os preços estão subindo constantemente por conta da crise econômica que vem assolando o país. Dessa forma, uma grande parcela da população já figura nos cadastros de negativados. Veja algumas dicas para evitar essa situação.

valor da cesta básica em Natal

Cesta básica na capital do Rio Grande do Norte custou R$ 337,49 em maio. Foto: iStock, Getty Images

1. Mantenha o foco na organização

Você não pode controlar aquilo que não conhece, não é mesmo? Então é preciso fazer um estudo das suas finanças. Primeiro, identifique o melhor meio de controle para você – planilha, aplicativo de celular, papel e caneta – e, imediatamente, passe a registrar todos os gastos.

2. Separe os registros em diferentes categorias

Para ajudar na visualização dos gastos, é interessante dividir sua planilha entre os gastos variáveis, os fixos e aqueles pequenos gastos diários – que, muitas vezes, consomem grande fatia do seu rendimento.

3. Identifique o ralo financeiro

Para quem não faz controle financeiro, é difícil identificar o rombo. Mas se você já adotou a planilha e está anotando absolutamente tudo, pode encontrar as armadilhas financeiras já nas primeiras semanas. para isso, é importante fazer uma soma semanal de gastos.

4. Aprenda a poupar

Ter uma poupança, ainda que pequena, é fundamental para uma emergência como a perda de emprego ou mesmo um tratamento de saúde. Contar com um valor a mais pode ser a salvação para não entrar em dívidas.

5. Invista

Quando suas finanças já estiverem equilibradas, procure separar uma quantia mensal para investimentos. Assim, você conseguir multiplicar seu dinheiro e fazer com que ele trabalhe para você.

Você vai se interessar por:

Seu nome protegido

Se você convive com dívidas, precisa conhecer o Vivo Alerta CPF. Entre as suas funções, está o envio de um SMS ao cliente toda vez que ocorrer uma alteração no status do seu nome nas bases de dados da Serasa Experian, toda vez que uma empresa consultar o nome do cliente nessa base de dados e ainda quando o seu nome estiver prestes a ser negativado.

Além disso, o cliente recebe exclusivas dicas antifraude e pode visualizar o relatório completo sobre o seu CPF.

> Vivo Alerta CPF: Receba alertas via SMS sempre que houver consultas a seu CPF

O que achou do valor da cesta básica em Natal? Comente.

sair da casa dos pais
vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns
como aprender com erros de finanças