Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Como se planejar para fazer uma pós-graduação no exterior

A- A+

Se você está se planejando para cursar uma pós-graduação no exterior, deve saber que os custos não são nada baixos. São diversos gastos diferentes para que você possa realizar esse sonho de forma segura e confortável. Esses altos preços não tornam o desejo impossível, mas exigem que você comece a se organizar com bastante antecedência.

Os valores da pós-graduação no exterior

Antes de pensar em iniciar qualquer processo de documentação, o primeiro custo que você tem é o de aprovação em alguma instituição de ensino do país em que você pretende estudar. Para isso, há uma série de atestados e documentos que devem ser apresentados. Por exemplo, certificados de formação na universidade brasileira e cartas de recomendação, todos com traduções juramentadas.

Além disso, para cursar uma pós-graduação no exterior você precisa provar para a universidade que o seu conhecimento da língua falada no país é suficiente para que você assista às aulas sem complicações. No caso do inglês, os exames de proficiência mais comuns são TOEFL e IELTS, que devem ser prestados presencialmente e custam R$ 1,9 mil e R$800, respectivamente.

Com a aprovação na universidade, você pode solicitar o visto estudantil para cursar a pós-graduação no exterior. Alguns países têm um visto mais barato, como nos Estados Unidos, com taxa de R$660, e outros mais caros, a exemplo do australiano, que não sai por menos de R$ 1,4 mil – e tem um processo de aprovação mais burocrático e exigente.

Depois da documentação, começam os custos de viagem. São passagens aéreas, seguros para o período em que você estiver em outro país, estadia, alimentação e todos os gastos que, em uma moeda estrangeira, se multiplicam e crescem significativamente. Tudo isso sem contar o valor do curso de pós-graduação no exterior, que tem duração de cerca de 2 anos, no caso de um mestrado.

pós graduação no exterior

Muitos brasileiros têm o sonho de cursar uma pós-graduação na Europa. Foto: iStock, Getty Images

Planejamento começa cedo

Tendo um base dos preços, você já pode começar a formar uma ideia sobre como vai pagar a sua pós-graduação no exterior. Se é certo que não há condições de bancar com seus próprios recursos, comece o mais cedo possível a buscar processos de bolsas para estudar fora do país. Elas podem ser financiados por universidades e pelo governo, tanto brasileiros, quanto internacionais.

Nesses processos de premiação com bolsa, o rigor da seleção é alto e. Caso você vá pagar pela viagem, é importante também planejar-se com antecedência mínima de um ano. Começar a cortar os gastos supérfluos e deixar de investir em coisas que não serão usadas depois da viagem são ações indicadas.

Aplicar os recursos em um fundo que dê algum tipo de rendimento pode ser uma forma inteligente de lidar com o dinheiro. Principalmente porque muitos países exigem que você comprove que tem condições de pagar por seus estudos enquanto estiver no território deles.

Você vai se interessar por:

Esteja pronto para as oportunidades

Se você está em busca de um emprego, não vai perder uma oportunidade por ficar sem saldo no celular. Com o Vivo Crédito Antecipado Voz você pode solicitar uma recarga emergencial de R$ 3 para falar e enviar SMS para todo o Brasil. O valor é descontado automaticamente da sua próxima recarga ou da fatura da sua conta Controle.

> Crédito Antecipado de Voz: Garanta R$ 3 de crédito até a próxima recarga do celular pré-pago

Preparado para fazer uma pós-graduação no exterior? Comente!

 

como lucrar vendendo cosméticos
vale a pena usar roupas de marca
quando vale a pena comprar título de capitalização
esteira ou bicicleta ergométrica
dicas para comprar uma boa esteira
vale a pena economizar