Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

4 dicas para proteger computador ao usar serviços bancários online

A- A+

Você costuma utilizar serviços bancários online, acessando contas e dados através de computadores e smartphones, por exemplo? Se a resposta para essa pergunta for sim, você adota cuidados preventivos no meio digital? Ao proteger computador de ameaças e invasões, você garante a sua segurança e a confidencialidade dos dados.

Se você não sabe a melhor forma de fazer isso, siga a leitura desse artigo e confira alguns passos importantes para não correr riscos desnecessários.

Mulher tentando proteger o computador de ameaças ao usar o cartão de crédito.

Proteger computador é fundamental ao utilizar serviços bancários pela internet. Foto: iStock, Getty Images

Como proteger computador em 4 dicas

Ao utilizar serviços bancários online, você pode adotar medidas para evitar expor seus dados, o que colocaria em risco sua segurança e suas finanças. Veja abaixo quatro dicas que podem ajudar você a proteger seu computador nessas horas.

Comece sempre com computadores “zerados”

Quanto menor for o tempo de uso e navegação na internet, maiores são as chances de você conseguir proteger computador com sucesso. Isso porque, menos exposto a ameaças, cai o risco de vírus, cavalos de tróia e outros malwares responsáveis por acessar dados pessoais.

Ainda assim, mantenha sempre atualizados seus softwares de antívirus, além de manter firewalls ativados.

Confira sempre o endereço do site

Ao utilizar os sistemas de internet banking, é fundamental que você confira se aquele é de fato o endereço correto de seu banco, antes de preencher qualquer tipo de campo com seus dados. Golpistas costumam criar páginas falsas, mas muito semelhantes a dos bancos reais, para obter dados dos clientes mais descuidados.

Uma boa maneira de verificar isso é olhar se a URL (o link do site) é confiável, e não possui siglas diferentes do normal. Em caso de dúvida, o melhor a fazer é conferir com o banco o endereço correto.

Muita atenção quanto a e-mails falsos

Os bancos não costumam enviar e-mails para os clientes, especialmente relacionados a cobranças e outros débitos em aberto. No entanto, esse é um golpe bastante comum, já que os emails são enviados para muitos usuários e, por isso, a chance de que ao menos uma parte deles caia na fraude é grande.

Erros de formatação no aspecto visual e problemas de ortografia ajudam a identificar esses emails, e reduzem as chances de cair nos golpes.

Troque as senhas com frequência

Suas senhas de acesso aos sistemas de internet banking precisam ser difíceis, e trocadas com frequência. Uma boa dica, nesses casos, é misturar letras e números, para que as possibilidades de combinações sejam maiores.

Evite utilizar informações de fácil acesso, como datas de nascimento, por exemplo. Além disso, troque-as a cada três ou quatro meses, no máximo.

Você vai se interessar por:

Seu principal documento protegido

Se você for vítima de um golpe virtual, é provável que os criminosos usem o seu CPF para isso. Para se prevenir e monitorar o seu principal documento, você precisa conhecer o Vivo Alerta CPF.

Entre as suas funções, está o envio de um SMS ao cliente toda vez que ocorrer uma alteração no status do seu nome nas bases de dados da Serasa Experian, toda vez que uma empresa consultar o nome do cliente nessa base de dados e ainda quando o seu nome estiver prestes a ser negativado.

Além disso, o cliente recebe exclusivas dicas antifraude e pode visualizar o relatório completo sobre o seu CPF.

> Vivo Alerta CPF: Receba alertas via SMS sempre que houver consultas a seu CPF

Gostou das dicas para proteger computador de fraudes online? Compartilhe!

sair da casa dos pais
vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns
como aprender com erros de finanças