Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

10 dicas para driblar o aumento de impostos e controlar seus gastos

A- A+

O anúncio de uma nova CPMF no país é mais uma notícia ruim a preocupar o brasileiro. Em um cenário de crise econômica, no qual é preciso fazer muitos ajustes no orçamento doméstico, o aumento de impostos torna-se um obstáculo ainda mais complicado.

Não por acaso, a maioria dos brasileiros está pessimista quanto aos rumos da economia do país. O constante aumento de impostos, a elevada taxa de desemprego e a consequente diminuição de renda e endividamento fazem com que 56,1% da população acredite na piora da crise no próximos meses.

É o que aponta o estudo O Cenário Econômico na Visão dos Consumidores, elaborado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). Ainda que você faça parte do grupo que vislumbra um futuro negativo para o país, é possível fazer a sua parte para que o aumento de impostos pese menos no bolso.

Aumento de impostos

Educação financeira é a saída para fugir do aumento de impostos e controlar gastos. Foto: iStock, Getty Images

Como enfrentar o aumento de impostos

Quer reduzir custos e superar esse momento difícil do país? Confira as dez dicas do educador financeiro Pedro Madureira e busca a saúde financeira mesmo com o aumento de impostos.

Anote os gastos

Faça isso por 30 dias para ter um diagnóstico financeiro, sabendo como estão as finanças e para onde está indo o seu dinheiro.

Evite os supérfluos

Simplifique a vida, evitando gastos supérfluos e se perguntando sempre: “Realmente preciso disso agora?” Esse questionamento deve ser feito antes de qualquer compra. Ele permite a você perceber que aquilo que estava prestes a adquirir por impulsivo é, na verdade, desnecessário.

Cuide de todas as despesas

Atente-se aos pequenos gastos. Com a crise, é ainda mais importante avaliar aquelas despesas que se imagina não impactar no final do mês, como um cafezinho diário ou uma guloseima. Pode não parecer, mas, quando somadas, representam uma quantia significativa, que pode fazer falta no orçamento.

Dê um tempo nos importados

O momento recomenda evitar comprar importados, seja em supermercado ou em lojas. Com a alta do dólar, esses produtos estão com valores acima dos nacionais.

Use menos o carro

Procure usar o seu veículo apenas se for mesmo necessário. Se puder deixá-lo em casa, melhor, pois o combustível é outro item que está com preço alto.

Busque um lazer barato

Converse com todos de casa e pensem em opções de lazer que não demandem um gasto alto, respeitando o padrão de vida.

Compre só o necessário

Procure não fazer estoques em casa. A pechincha e busca de promoções são as melhores maneiras de evitar gastar mais do que pode.

Economize sempre

Não perca uma oportunidade de economizar. A utilização de planos de telefonia e internet móvel, por exemplo, devem ser adequadas ao seu perfil. Há várias modalidades mais em conta que podem atender às suas necessidades.

Conheça tarifas e juros

Esteja informado sobre as tarifas e juros cobrados pelo seu banco. Se preciso, questione cada centavo que o banco lhe cobra. Uma pesquisa de preços e serviços entre instituições pode ser muito válida.

Seja sustentável

Em casa, desligue os equipamentos da tomada ao sair e deixe apenas a geladeira ligada. O reaproveitamento de água nos chuveiros, lavagem de roupas e louças deve ser realizado, se tornando um hábito sustentável da família que trará boa economia.

Momento pede sabedoria

Diante da fase econômica ruim pela qual o país passa, a cautela para evitar um arrependimento futuro se faz ainda mais necessária. Para Madureira, a economia deve ser drástica e o entendimento da família é fundamental. “Alternativas para aumentar as entradas da família devem ser pensadas e principalmente realizadas”, finaliza.

Assim, com sabedoria e disciplina, é possível superar a crise existente e criar uma outra realidade rumo à tão sonhada liberdade financeira.

Você vai se interessar por:

Previna o endividamento com o aumento de impostos

Com o aumento de impostos, todo cuidado é pouco para não se endividar. Se você convive com dívidas, precisa conhecer o Vivo Alerta CPF. Entre as suas funções, está o envio de um SMS ao cliente toda vez que ocorrer uma alteração no status do seu nome nas bases de dados da Serasa Experian, toda vez que uma empresa consultar o nome do cliente nessa base de dados e ainda quando o seu nome estiver prestes a ser negativado.

Além disso, o cliente recebe exclusivas dicas antifraude e pode visualizar o relatório completo sobre o seu CPF.

> Vivo Alerta CPF: Receba alertas via SMS sempre que houver consultas a seu CPF

Gostou das dicas para enfrentar o aumento de impostos? Compartilhe!

sair da casa dos pais
vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns
como aprender com erros de finanças